Blogger Wordpress Gadgets

sábado, 20 de abril de 2013

ABANDONADOS NUM COLEGIO INTERNO


          

             Quando Cleinha estava com 8 anos,e o irmão Rubinho com 10,foram internados num Colégio de irmãs. A mãe e o padrasto começaram a viajar num comboio, expondo em todo país o esqueleto de uma imensa baleia azul  e eles, teriam que estudar.
            No primeiro ano enviaram mensalmente o pagamento das mensalidades ao colégio. Ficaram de vir buscá-los para as férias de fim de ano, mas isso não aconteceu nem àquele ano, nem nos subseqüentes.
             Os pagamentos deixaram de ser efetuado ao colégio e sem nenhuma notícia dos pais, Cléinha e o irmão Rubinho sentiram-se literalmente abandonados pelos mesmos.
           Quatro anos depois, já com 14 anos o irmão, combinando com ela, foge do colégio para ir atrás dos pais e promete vir buscá-la assim que os encontrar.            Cleinha é muito amada pelas irmãs (freiras).Pelos seus vários dons, ela cria ,dirige e ensaia várias peças de teatro com outras crianças para apresentações em festas do colégio.Como canta muito bem, ensaia o coral, e aprende a dançar e cantar em Ucraíno,visto que as irmãs eram dessa origem.
Ela contava que suas peças íntimas eram confeccionadas pelas irmãs com o tecido dos sacos de farinha e suas roupas eram doadas pelas amiguinhas nos finais de ano, quando voltavam para casa passar as férias com os pais. Quando retornavam traziam alguns presentes para ela, os (brinquedos e bonecas velhas), visto que ganhavam novas no Natal.
            O irmão não mandara nenhuma noticia. Dois anos se passam e ele finalmente ele vem visitá-la, Entra escondido no colégio, encontrando-a a noitinha no pátio, onde estava acontecendo uma quermesse. Ela tem uma feliz surpresa. Ele conta que encontrara os pais numa situação de quase miséria, trabalhando e morando num circo. Pela situação, não tinham a intenção de vir buscá-la. Diz a ela, que ele mesmo está trabalhando e morando com um tio na Capital e que naquele final de ano próximo vindouro, voltará para levá-la consigo.
NO PRÓXIMO POST A COTINUAÇÃO DA TRAJETÓRIA DE VIDA DE  CLEA MARA...Doces Kisses!!!